terça-feira, 26 de janeiro de 2010

"...o amor é uma flor e você é apenas a semente..."


[tradução]


A Rosa

"Alguém diz amor, é um rio
Que deita a relva suavemente
Alguém diz amor, é uma lâmina
Que deixa sua alma sangrando
Alguém diz amor, é uma fome
Uma necessidade de dor sem fim
Eu digo amor é uma flor
E você é a apenas a semente

É o coração com medo de quebrar
Que nunca aprende a dançar
É o sonho com medo de acordar
E nunca teve a chance
É o primeiro que não pode ser pego
O que não pode ser mostrado
E a alma com medo de afundar
Que nunca, aprende a viver

Quando a noite aconteceu, vindo sozinha
E a estrada tinha sido muito longa
Que você pensou que o amor era apenas
Para os sortudos e os fortes
Apenas lembre do inverno passado,
Que embaixo da neve triste
Dorme a semente que o sol ama
E na primavera ela se transforma em rosa..."

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

domingo, 24 de janeiro de 2010

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

E espero que o fim da tarde venha com vocêeeeee...




"...nem penso muito no que pode acontecer
enquanto arrumo todas as coisas que eu sinto,

o meu passado e o meu destino.

e espero que o fim da tarde venha com vocêeeee..."

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

se para muitos....

"...por mais que se percam nas distancias
ou ardam,
silenciosamente
eu sempre as encontrarei,

pois, se para muitos infinito é o universo,
eu bem sei que infinitos
também são os meus olhos..."


domingo, 17 de janeiro de 2010

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Desencanto - Manuel Bandeira

"Eu faço versos como quem chora
De desalento... de desencanto...
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto.

Meu verso é sangue. Volúpia ardente...
Tristeza esparsa... remorso vão...
Dói-me nas veias. Amargo e quente,
Cai, gota a gota, do coração.

E nestes versos de angústia rouca,
Assim dos lábios a vida corre,
Deixando um acre sabor na boca.
- Eu faço versos como quem morre."

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Fácil, Fácil.. rsrsrs

Amigo é para essas coisas!
ahahaha

domingo, 3 de janeiro de 2010

Esotérico!


"Não adianta nem me abandonar
Porque mistério sempre há de pintar por aí
Pessoas até muito mais vão lhe amar
Até muito mais difíceis que eu prá você
Que eu, que dois, que dez, que dez milhões, todos iguais
Até que nem tanto esotérico assim
Se eu sou algo incompreensível, meu Deus é mais
Mistério sempre há de pintar por aí
Não adianta nem me abandonar
Nem ficar tão apaixonada, que nada
Que não sabe nadar
Que morre afogada por mim..."
"Existe somente uma idade para a gente ser feliz.
Somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível
sonhar, fazer planos e ter energia bastante para realizá-los
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.
Uma só idade para a gente se encantar com a vida,
viver apaixonadamente e desfrutar tudo com intensidade,
sem medo nem culpa de sentir prazer.
Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida
à nossa própria semelhança e vestir-se com todas as cores,
experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores.
Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é
mais um convite à luta, que a gente enfrenta com
toda a disposição de tentar algo novo, de novo e de novo
E quantas vezes for preciso.
Essa idade tão fulgas na vida da gente chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa..."

sábado, 2 de janeiro de 2010

Guerra e Paz


"Os que se chamam grandes homens são etiquetas
que dão o seu nome aos acontecimentos históricos;
e assim como as etiquetas,
não têm relação com esses acontecimentos."
(L. Tolstoi)

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

para que foi mesmo???

Olha 2010 aiiii...

FELIZ ANO NOVO
PARA TODOS/AS NÓS!!!
E QUE HAJA SEMPRE
UM MOTIVO ESPECIAL
QUE NOS UNA
E NOS FAÇA VIVER!!!